top of page
Buscar
  • Foto do escritorPaulo Lazarini

Ayrton Senna teve Paralisia de Bell?

Atualizado: 24 de jul. de 2022


A doença que Senna teve em 1984 foi a paralisia de Bell. É uma doença que afeta o nervo facial, responsável pela inervação dos músculos da face. Ela é a causa mais comum de paralisia da face. Ocorre repentinamente e dificulta a movimentação de um lado do rosto. Isto significa que haverá limitações para movimentar a testa, fechar o olho, piscar, sorrir (a boca fica torta). Pode ter um pouco de dor na região atrás da orelha. Além disto pode aparecer uma irritação no olho com aumento da lagrima ou, eventualmente, o olho ficar muito seco. A pessoa pode não conseguir conter o alimento na boca ao se alimentar, principalmente com líquidos.

O nome Paralisia de Bell é em homenagem ao médico escocês Charles Bell que descreveu a doença em 1825. A suspeita é que a lesão do nervo facial seja decorrente de um processo de inflamação por vírus o que acarreta a perda da capacidade do nervo de transmitir estímulos elétricos que vem do cérebro e vão para os músculos da face, bloqueando os movimentos como piscar o olho, sorrir, franzir a testa entre outros.

Diferenciar as causas de paralisia é muito importante e a pessoa deve procurar assistência médica ao menor sinal de paralisia. É necessário diferenciá-las das paralisias da face causadas por lesões no sistema nervoso cerebral em que apenas a boca fica torta. O tratamento e acompanhamento médico é fundamental e requer o uso de medicamentos anti-inflamatórios, antivirais, colírios, exercícios e massagens faciais dependendo de cada caso. Outras medidas como tomografia, ressonância magnética, eletromiografia, fisioterapia, acupuntura e outras orientações devem ser avaliadas pelo seu médico, indicadas quando necessárias e acompanhadas ao longo do tempo por ele.

O prognostico da doença é bom na grande maioria dos pacientes e no caso de haver sequelas, alguns procedimentos podem ser realizados.

O que indica que você pode estar com Paralisia Facial de Bell?

1. Paralisia súbita de toda uma hemiface

2. Sensibilidade do rosto, fala e força muscular dos braços e pernas normais

3. Dificuldade de fechar o olho e boca torta ao sorrir

4. Não ter antecedentes de Paralisia facial

5. Não ter feridas ou saída de sangue ou secreção amarelada na orelha

Nota importante – estas informações são apenas orientações aos leitores e, em nenhum momento, substituem o atendimento médico e o tratamento prescrito por um profissional. Na vigência destes sintomas procure seu médico.

Saiba mais sobre paralisia facial e sobre o Dr. Paulo Lazarini em nosso site www.paulolazariniotorrino.com.br

1.609 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

Comments


Post: Blog2_Post
bottom of page